quarta-feira, 2 de maio de 2012

Click e Bang: Morrer de amor.


A quentura febril
nos segundos de queda
de um corpo que desfalece.

Processo inverso ao das flores;
Da terra a vossa magestosidade,
De minha magestosidade a terra.

A Terra?
Soterra
Enterra...

Com a senhora mãe Gaia,
deixo de lembrança meu primeiro choro
e meu ultimo beijo.

Sutil e terno, assim o foi
como a lágrima de Pierrot
ao se despedir pela ultima vez de sua Colombina.

Com um "click" e um "bang"
se fez silêncio nesse circo doentio.

Esse palhaço finalmente desistiu de amar.




"Valeu muito ter perdido o ultimo onibus pra voltar pra casa..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário