segunda-feira, 11 de junho de 2012

Já te amo!


As vezes crianças...
devem ser...
apenas crianças...

Havia finalmente tentado deixar de adivinhar o futuro
o futuro em troca resolveu bater na sua cara.

~É uma menina~
Linda!

Conhecendo nossas infâncias
acho que ela terá tendências a ser perturbada.

Dessa vez não!

Dessa vez
uma criança
vai ser apenas
uma criança.

Novamente ele percebeu.
~Acho que estou vendo coisas...~

Droga...
Já te amo antes de sequer saber que tem os olhos da mãe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário