segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Um idiota com saudades.


Quando disser que te amo
não leve tão a sério,
é só desespero.

Quando te abraçar
por favor não chore,
é só frio.

Quando te beijar
jamais feche os olhos,
é pura pose.

Quando te encher de elogios
não ache ser grande coisa,
são só palavras.

Quanto ler essas linhas
nem se importe,
são só sentimentos.

Quando sentir algo verdadeiro
nem me fale,
sou só um bêbado.

Quando achar que essas são palavras cruéis
apenas me bata,
sou só um idiota com saudades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário