terça-feira, 27 de novembro de 2012

Você é diferente.


Esse blues...
Me deixa tão blue...

Não me deixa dormir
me leva para dentro de mim
aqui é estranho
mas é bom ser estranho...

Minimamente tive a coragem de abrir os olhos
encarar esse demônio ateu dentro de mim
e rir da cara dele.

Nos tornamos grandes amigos.

Rapaz... Moça... Tanto faz aliás!
Esse blues...
Essa noite...
Esse vinho...
Toda essa dor...
E uma lembrança de quem lhe fez sorrir.

As vezes é meio complicado andar fora da linha
mas compensa...
sabe por que?

Hora ou outra você é percebido,
sozinho, debaixo da chuva,
tomando seu vinho,
falando suas bobagens...

Apenas me restou ser diferente,
é tudo que tenho a oferecer afinal.

Como se ser gentil com quem merece fosse um grande esforço...

Acredito ter entendido muita coisa
sobre mim,
sobre o mundo,
sobre Dionísio
sobre as pessoas.

Sou um good boy
preso na carcaça de um bad boy.
Pobre child...

Um comentário: