quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Putinha.


Mais uma noite ela trepava.
Não fazia sexo
Sequer sabia o que é amor.
Ela apenas trepava, trepava e trepava...

Lembrava-se do conselho de seu protetor
Fitava os olhos de seu algoz
Que impiedosamente lhe usava
Como a criança selvagem que é gozava, gozava e gozava

Todas as noites, durante toda a noite
Abria sem vontade suas perninhas de moça usada
Cuspia no pau que lhe tocava
Como a boa putinha que é, chorava, chorava e chorava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário