quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Ver-te-ia.


Ver-te-ia dormir toda a noite
Veria sim mocinha
Para ter a certeza de que enquanto estaria em meus braços
Sonharia sim comigo.

Jamais soltaria esse teu corpo cansado
Nem se quisesse sair
Como se isso fosse uma opção...

Não duvide mocinha puta
Dormiria ternamente em meus braços.
Nem que tenha de colocar uma bala no meio de sua cabeça de moça pura.

Descansar-ver-te-ia
Enquanto teu sangue vertia.
Em seus sonhos, teu assassino se divertia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário