quarta-feira, 13 de março de 2013

Putinha IV



O ato de ser
O fato de ser
Um bang!
Seu coração partido torna-se inexistente
Eternamente não será.

No andar de cima do Bordel da Boa Esperança...

Gritava,
 reclamava,
e xingava.

Por fim apanhava
e assim cavalgava.

Como a boa Putinha que é
Chorava, chorava e chorava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário