domingo, 24 de março de 2013

Vinte e dois


Vinte e dois invernos
Vinte e dois infernos
Vinte e dois pontos na ferida pustulenta
Vinte e dois tiros de calibre vinte e dois

Contabilizar é perda de tempo
Vinte e dois é só o inicio.
Busquem suas luvas, crianças
Vinte e dois corações partidos é pouco se for contar.

Vinte e dois mendigos nos ensinaram filosofia
Vinte e dois punks nos deram alguma diversão.
Seriam mais
ou seriam menos?

Vinte e dois anos passaram-se 
como se tivesse vivido por vinte e dois anos
vinte e dois enganos
vinte e dois ciganos.

Vinte e dois programas 
de alguma loira pela manhã.
Vinte e dois programas
de alguma loira pela noite.


Vinte e dois anos
nenhum plano
reto, oblíquo, átono
desejado.

"Mas como pode dizer como tanta certeza, se ainda são só vinte e dois"
São apenas vinte e dois
Vinte e duas existências.
Vinte e duas carências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário