quarta-feira, 10 de julho de 2013

Goza comigo, goza de mim, goza pra mim.


Um remédio para o tédio:
 um amor safado desses de novela,
uma serenata brega na favela
bater um atabaque na capela.

Saravá meu pai!
Saravá minha mãe!
Eparrei Nossa Senhora dos Ateus!

Toca em mim meu amor,
toca em mim.
Toca pra mim que eu toco em ti!

Goza da vida
que a safada se orgasma.

Vem sem medo, minha princesa
Vem sem medo que te construo um castelo de loucura
só não cai da janela pois A Queda dói de verdade.

Vem no clima
vem sem rima.
Abre o sorriso
 e goza comigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário